Após tragédia Yanomami, governo exonera 43 funcionários da Funai

Compartilhe:

Foto: Twitter Força Aérea Brasilia

A Casa Civil da Presidência da República fez diversas mudanças na Fundação Nacional dos Povos Indígenas (Funai). Em publicação em edição extra do Diário Oficial da União (DOU), na noite desta segunda-feira (23), há 38 exonerações, cinco dispensas e uma nomeação. As trocas ocorrem em meio à tragédia Yanomami, povo indígena assolado pelo garimpo ilegal, pela desnutrição e por doenças.

Com as mudanças na Funai, o ministro Rui Costa segue com as trocas de assessores comissionados da administração federal, movimento que ficou conhecido como “desbolsonarização”. Segundo ele, isso vai ocorrer em todos os ministérios, independentemente de serem quadros militares ou civis.

Confira a matéria completa no Metrópoles