PM algema suspeito e o faz correr 15 km até a delegacia; vídeo

Compartilhe:

Brasil –  Um vídeo que está sendo compartilhado nas redes sociais na manhã desta quarta-feira (1), mostra um homem correndo algemado na moto da Polícia Militar. O caso aconteceu na avenida Professor Ignácio de Anhaia Mello, na região da Vila Prudente, zona leste de São Paulo.

A imagem causou indignação nas redes sociais e durante a gravação, é possível ouvir o momento em que o autor do vídeo chega a debochar e diz na gravação que o homem, que é negro e está vestido com calça preta e camiseta de manga comprida.

“Está andando igual escravo”. “Vai roubar mais agora?”, questiona.

Guilherme Boulos, que foi candidato a prefeito de São Paulo pelo PSOL, compartilhou o vídeo em sua rede social e criticou a ação da PM: “Brasil, mais de 300 anos de escravidão… Tortura a sangue frio praticada por um PM de SP. INACEITÁVEL!”.

“A Polícia Militar repudia a forma como o detido foi conduzido, que afronta todos os protocolos da Instituição e reafirma o seu compromisso de proteger as pessoas, combater o crime e fazer cumprir as leis, sendo implacável contra pontuais desvios de conduta”, diz a nota oficial.

A Polícia Militar afastou o agente que foi flagrado puxando o homem negro algemado em uma moto. O policial, cuja a identidade não foi revelada, poderá responder à Justiça pelos crimes de racismo, tortura e abuso de autoridade e dependendo do depoimento da vítima e de testemunhas, por racismo também.

Veja o vídeo: