Brasil bate recorde ao conquistar 3 ouros no mesmo dia em Tóquio.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

Pela primeira vez na história, o Brasil conquistou três medalhas de ouro em um único dia das Olimpíadas.

Com as conquistas de Isaquias Queiroz (canoagem), Hebert Conceição (boxe) e o bi do futebol masculino, o Brasil igualou em Tóquio o recorde de medalhas de ouro em uma única participação dos Jogos Olímpicos. Neste sábado, a um dia para o fim das Olimpíadas, o Brasil chegou ao sétimo ouro no Japão, semelhante com a marca da Rio 2016.

(Isaquias Queiroz – Ouro na canoagem).
(Hebert Conceição – Ouro no Boxe).
(Futebol Masculino é bicampeão nas Olimpíadas).

O recorde pode crescer neste domingo com duas chances de ouro. O Brasil está na final do vôlei feminino contra os Estados Unidos, à 1h30 (de Brasília). No boxe, Beatriz Ferreira está na decisão da categoria até 60kg com a irlandesa Kellie Anne Harrington, às 2h. No último dia dos Jogos, o Brasil também três representantes na maratona, mas os africanos, especialmente os quenianos, são favoritos na prova mais nobre do atletismo.

O Brasil já garantiu a melhor campanha da história. Com sete ouros, quatro pratas e oito bronzes, o país vai somar no mínimo duas pratas no domingo. No Rio, a delegação verde-amarela conquistou sete ouros, seis pratas e seis bronzes.