Líder de facção criminosa é preso suspeito de mandar matar barbeiro em Manaus

Compartilhe:

Manaus – Um homem, identificado como Ricardo Teixeira de Araújo, vulgo ‘Cacate’ de 34 anos, foi preso na tarde da última terça-feira (2), suspeito de mandar matar o barbeiro Jackson Moura Fernandes, morto no bairro Petrópolis. O crime aconteceu dia 24 de dezembro de 2021.

O suspeito foi preso dentro de um barco, no Rio Negro.

Segundo a polícia, Cacate é apontado como chefe de facção criminosa e estava foragido desde março.

O suspeito é considerado de alta periculosidade e possui envolvimento em vários homicídios.

Ainda conforme a polícia, Jackson não queria voltar para o mundo do crime e chegou a ser intimidada por Ricardo para voltar a vender drogas. A vítima recusou e acabou sendo assassinada.

O suspeito foi conduzido à delegacia, onde passará pelos procedimentos cabíveis.

cm7