Weather Data Source: Tempo para os próximos 25 dias

Destroços são do submarino desaparecido, diz imprensa britânica

Compartilhe:

Fontes não oficiais teriam confirmado à imprensa britânica que os destroços encontrados no Atlântico Norte são do submersível que desapareceu no domingo (18), enquanto tentava se aproximar do que restou do Titanic. 

De acordo com o jornal The Guardian, um especialista em resgate afirmou à Sky News que os detritos encontrados são ‘estrutura de pouso’ e ‘tampa traseira’ do submersível Titan, da empresa OceanGate. 

Na imprensa norte-americana, a CNN confirmou a informação através do acesso a um documento sigiloso. De acordo com a emissora de notícias, “os destroços descobertos na área de busca do submersível desaparecido foram avaliados como sendo do corpo externo do submarino”. A busca pela cápsula da tripulação do navio Titan continua, diz o memorando analisado pela CNN.

Mais cedo nesta quinta-feira (22), os destroços foram encontrados pela Guarda Costeira dos EUA.

No domingo, o navio Polar Prince, da empresa canadense Horizon Maritime, perdeu todo o contato com o submersível menos de duas horas depois de um mergulho que deveria ter durado cerca de sete horas, para visitar os restos do mítico transatlântico Titanic, que jaz a quase 4.000 metros de profundidade e a 600 quilômetros do continente, em Terranova.

A bordo estavam o milionário britânico Hamish Harding, presidente da empresa Action Aviation; o paquistanês Shahzada Dawood, vice-presidente da Engro, e seu filho Suleman – ambos também de nacionalidade britânica; o experiente mergulhador francês Paul-Henri Nargeolet; e Stockton Rush, CEO da OceanGate Expeditions, a empresa que opera o submersível, e que cobrava 250.000 dólares por turista (cerca de 1,1 milhão de reais na cotação atual).

A operação de buscas pelo submarino tem sido feita desde domingo por guardas costeiras do Canadá e dos Estados Unidos. A procura, na qual participam navios, robôs e aviões, entrou em fase crítica nesta quinta-feira, já que as 96 horas de oxigênio de emergência à disposição do submersível Titan, da empresa privada OceanGate Expeditions, teriam se esgotado às 8h08 desta quinta-feira. 

O Tempo