Weather Data Source: Tempo para os próximos 25 dias

Irã não têm plano de retaliação após ataque de Israel

Compartilhe:

Mundo – Por enquanto, não há plano para retaliar o suposto ataque de Israel ao Irã, afirmou um alto funcionário do país. Na noite de quinta-feira (18), a mídia iraniana apontou que explosões foram registradas na cidade de Isfahan, que abriga centrais nucleares, mas não há registro de danos significativos.

A ação ocorre após ataque do Irã a Israel, com drones e mísseis.

“A origem estrangeira do incidente não foi confirmada. Não recebemos nenhum ataque externo e a discussão inclina-se mais para a infiltração do que para o ataque”, disse o responsável iraniano sob condição de anonimato à agência Reuters.

A mesma agência de notícias afirmou que um analista iraniano disse à TV estatal do país que os minidrones abatidos pelas defesas aéreas em Isfahan foram pilotados por “infiltrados de dentro do Irã”.

A agência estatal de notícias do Irã também registrou explosões perto da cidade de Natanz, outra região onde há instalações nucleares do país. A Agência Internacional de Energia Atômica confirmou que não houve danos.

Os EUA sabiam do ataque de Israel ao Irã

Autoridades dos EUA, de forma anônima, disseram à Reuters que o país não está envolvido no ataque, mas que foi notificado por Israel sobre a ação. A TV norte-americana ABC News afirma que as explosões seriam decorrentes de uma retaliação de Israel a um ataque realizado pelo Irã. Até o momento, não houve um pronunciamento de Israel.

Conforme a imprensa iraniana, voos foram suspensos e cancelados em várias cidades, inclusive na capital Teerã. O governo de Israel já havia divulgado que revidaria o ataque realizado pelo Irã ao país, ocorrido no último sábado (13/4). O ataque do Irã a Israel contou com mísseis e também mais de 300 drones. A agressão ao Irã foi uma resposta a uma investida israelense contra a embaixada iraniana em Damasco.

CM7