Criminosos que mataram jovem no ônibus estavam vestidos de gari em Manaus

Compartilhe:

A injusta morte de Melquisedeque dos Santos Vale, de 20 anos, parou a cidade de Manaus. Na noite da última quinta-feira (16), o jovem foi assassinado por assaltantes dentro do ônibus da linha 444, na avenida Santos Dumont, zona Oeste de Manaus. Testemunhas relatam que os criminosos estavam vestidos de gari.

A vítima estava no ônibus voltando do trabalho quando foi surpreendido por criminosos que estavam assaltando o coletivo. Testemunhas contam que o crime foi cometido por três suspeitos que vestiam roupas de gari, profissionais da limpeza urbana que atuam nas ruas de dia e noite.

Segundo informações repassadas à Polícia Militar, passageiros viram a vítima entregar o telefone celular para o assaltante e não reagiu à ação dos criminosos, mas mesmo assim ele foi atingido na cabeça com disparos de calibre 12. O jovem morreu na hora.

A polícia acredita ainda que os suspeitos usaram as roupas de gari para serem mais aceitos pela população ao entrar no coletivo e eliminar qualquer suspeita.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), ainda foi acionado, mas atestou o óbito da vítima. O Instituto Médico Legal (IML), removeu o corpo.

O caso está sendo investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).