Homem que cometeu violência sexual e asfixiou jovem até a morte é indiciado

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

A Polícia Civil MG concluiu nesta quinta-feira (18), o indiciamento do acusado de 32 anos,  pelos crimes de estupro qualificado pela morte e roubo de uma jovem em Mateus Leme, Região Metropolitana de Belo Horizonte.

As investigações apontam que a vítima foi abordada em uma trilha, que liga duas ruas da cidade, onde o suspeito cometeu a violência sexual, asfixiou a jovem e roubou o celular dela. “O autor não conhecia a vítima e a escolheu aleatoriamente”, explicou a delegada Ligia Barbieri Mantovani, titular da Delegacia que investiga o caso.A delegada também contou que imagens de câmeras de segurança de um estabelecimento próximo ao local do crime mostram quando a jovem acessa a área e, em seguida, o investigado. Depois, o homem saiu do local correndo. Ele já tinha antecedentes criminais por roubo e furto, e há um boletim de ocorrência mais antigo acerca de importunação, registrado por uma mulher.

A vítima foi encontrada por uma pessoa que passava pela região, que acionou a Polícia Militar. Ainda de acordo com a delegada, a jovem ainda conseguiu prestar as primeiras declarações, informando que um homem desconhecido a havia abordado na trilha, cometido a violência e tentado matá-la.“Logo após, ela ficou inconsciente. Depois, teve morte cerebral e, no dia 28 de janeiro, faleceu. A causa da morte atestada na certidão de óbito é asfixia por constrição de pescoço”, afirmou Ligia Barbieri, ao pontuar que a vítima apresentava hematoma nessa parte do corpo.