Weather Data Source: Tempo para os próximos 25 dias

Mães 3stupr4doras que compartilhavam filhos na DarkWeb com p3dóf1los são presas pela PF; veja vídeo

Compartilhe:

Brasil – Na manhã desta segunda-feira (31), a Polícia Federal realizou a Operação Anêmona, cumprindo mandados de prisão e busca e apreensão no Ceará e no Rio de Janeiro. O alvo principal da ação foi um psicólogo que estava sendo investigado desde setembro de 2022 por compartilhar material de abuso infantil na internet.

O psicólogo, preso em Fortaleza durante a Operação Psique Sombria em dezembro de 2022, mantinha atividades criminosas em fóruns da DarkWeb. Segundo a PF, o suspeito convencia mães com filhos pequenos a cometerem abusos sexuais contra as crianças, registrando esses atos criminosos e compartilhando o material com ele.

Os agentes apreenderam na casa do suspeito diversos equipamentos, incluindo um notebook, uma câmera fotográfica, HDs externos, cartões de memória e outros materiais. No total, mais de 12 mil arquivos foram identificados, contendo diálogos entre o psicólogo e as mulheres cooptadas para cometerem os abusos sexuais. Além disso, foram encontradas mídias com vídeos, fotografias e documentos explícitos retratando os atos criminosos.

A investigação da Polícia Federal permitiu a identificação de seis mulheres envolvidas no esquema, que serão indiciadas por estupro de vulnerável, satisfação de lascívia mediante presença de criança ou adolescente, além dos crimes previstos no Estatuto da Criança e do Adolescente. Caso sejam condenadas, as acusadas poderão enfrentar penas de até 45 anos de prisão.

A ação policial contou com o apoio dos Conselhos Tutelares de Fortaleza, Maranguape e Juazeiro do Norte, visando não apenas prender os envolvidos, mas também resgatar as vítimas e interromper os abusos praticados pelas investigadas. O nome dado à operação, “Anêmona”, foi escolhido em referência à anêmona-do-mar, animal que não cuida de seus filhotes.

As investigações continuam, e as autoridades permanecem atentas para combater esse tipo de crime hediondo e proteger as crianças e adolescentes da exploração sexual na internet.

Sound of Freedom

Após enfrentar críticas, ser rotulado de conspiracionista e sofrer tentativas de cancelamento, o filme “Sound of Freedom” surpreendeu ao bater recordes de bilheteria nos Estados Unidos. O longa, que ainda não chegou ao Brasil, já vendeu mais de 8,9 milhões de ingressos e arrecadou mais de 124 milhões de dólares em faturamento bruto (aproximadamente 590 milhões de reais na cotação atual).

A produção cinematográfica conta a história real de Tim Ballard, ex-agente do governo americano e fundador da ONG “Operation Underground Railroad”, dedicada à luta contra o tráfico infantil. O filme expõe uma realidade chocante que muitos tentam ignorar: a existência de uma vasta rede global de tráfico infantil e a omissão da mídia em relação a esse grave problema. Segundo dados alarmantes, mais de 6 milhões de crianças são vítimas das redes internacionais de pedofilia.

Apesar de enfrentar resistência por parte de críticos e da grande mídia, o filme conquistou 100% de aprovação da audiência e se tornou um sucesso histórico graças ao apoio das pessoas comuns. A produtora Angel Studios afirmou que “Sound of Freedom” se tornou “o filme do povo” e destacou que o sucesso é resultado de um movimento de base que impulsionou a obra aos cinemas.

Interpretado por Jim Caviezel, conhecido por ter representado Jesus Cristo no filme “A Paixão de Cristo”, o personagem de Tim Ballard enfrentou diversas dificuldades para chegar às telonas. Inicialmente produzido pela 20th Century Studios, o projeto foi congelado e abandonado após a aquisição da empresa pela Disney em 2019.

Agora, vários países da América Latina poderão assistir ao filme Sound of Freedom [Som da Liberdade – em tradução livre], um longa que conta a história de Tim Ballard, agente do governo dos Estados Unidos que trabalhou no enfrentamento da exploração e do tráfico sexual infantil.

Segundo informações do The Hollywood Reporter, a obra estrelada por Jim Caviezel, que interpretou Jesus no filme A Paixão de Cristo (2004), estreia dia 31 de agosto no México, Argentina, Chile, Guatemala, Honduras, El Salvador, Nicarágua, Belize, Panamá, Colômbia e Venezuela.

Não há previsão para que o filme seja exibido no Brasil até o momento.

Outros países também poderão assistir ao longa nos próximos meses, África do Sul tem estreia confirmada para 18 de agosto; Austrália e Nova Zelândia para o dia 24 de agosto; Reino Unido e Irlanda para o dia 1° de setembro; e Espanha para 11 de outubro.

CM7