Weather Data Source: Tempo para os próximos 25 dias

‘Maranhão dos Teclados’: saiba quem era o músico ass4ssinado antes de show no Santa Etelvina; veja vídeo

Compartilhe:

Manaus – A capital amazonense foi abalada pela triste notícia do assassinato do músico Ronaldo Fonseca Quadro, de 46 anos, conhecido como ‘Maranhão dos Teclados’. O crime ocorreu na noite de sábado (15), em um bar localizado na avenida Mulateiro, bairro Santa Etelvina, Zona Norte da cidade. Ronaldo estava se preparando para iniciar um show quando indivíduos encapuzados chegaram ao local e dispararam vários tiros contra ele. O músico foi atingido na cabeça e em várias partes do corpo.

O assassinato chocou os presentes, que presenciaram o ataque violento. Segundo informações, o crime teria sido motivado por uma discussão. Após os disparos, os criminosos fugiram do local e até o momento não foram identificados.

Veja vídeo:

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) está investigando o caso e busca identificar os responsáveis pelo crime. A morte de Ronaldo Fonseca Quadro deixou um vazio na comunidade musical de Manaus e reforça a necessidade de combater a violência e garantir a segurança nas atividades culturais da cidade.

O velório da vítima aconteceu no domingo (16), na Rua Gênesis, no bairro Santa Etelvina. Amigos, fãs e familiares se mostraram consternados com a perda do músico e trabalhador.

Vida

Ronaldo era um músico apaixonado pela sua arte, que se dedicava a animar o público com suas canções de forró. Além de sua carreira musical, ele também trabalhava como operador de máquinas na empresa Construtora Etam Ltda, pois enfrentava dificuldades para se sustentar apenas com a música. No entanto, nunca abandonou a atividade musical sempre encontrava tempo para se apresentar em bares da Zona Norte de Manaus, onde era muito querido pelos amigos e pelos admiradores de seu talento.

O músico será lembrado por sua paixão, seu talento e sua capacidade de animar o público com suas canções contagiantes. Sua morte prematura deixa saudades e uma tristeza profunda em todos aqueles que tiveram a oportunidade de conhecê-lo e apreciar seu trabalho.

CM7