Padrasto é preso após passar 5 anos estuprando enteada no Amazonas

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

Um padrasto, de 32 anos, foi preso pelo crime de estupro contra a própria enteada, uma adolescente de 12 anos. Os abusos acontecem desde que a vítima tinha 7 anos, em Manacapuru, no Amazonas.

A tia da menina notou um comportamento estranho da criança e, ao questioná-la, a menina contou que estava sendo abusada pelo padrasto. Ela não denunciou antes pois sofria ameaças de morte pelo infrator.

A equipe da Delegacia Especializada de Polícia (DEP) cumpriu o mandado de prisão na última segunda-feira (06).

“Eles moravam em uma comunidade, porém, quando ela ia para a casa da avó, não queria mais voltar para a residência onde morava com o infrator. Durante as investigações, a tia da vítima relatou também ter sofrido abusos praticados pelo indivíduo. Sendo assim, instauramos um Inquérito Policial (IP) para apurar esse caso”, disse a delegada  Roberta Merly, titular da DEP.

Ele ainda tentou fugir, mas foi alcançado e preso pelos policiais.