Arthur Neto: TCE aponta débito ‘impagável’ deixado por ex-prefeito

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

MANAUS – O Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TEC-AM) enviou sugestão à Câmara Municipal de Manaus (CMM) para aprovação com ressalvas das contas do ex-prefeito Arthur Neto (PSDB-AM).

A prestação de contas de Neto é referente ao ano de 2020, o último dele como chefe do executivo municipal, e conta com seis recomendações do Tribunal.

Consta no relatório da conselheira Yara Lins a recomendação para a realização de concurso público para todas as secretarias da Prefeitura. A medida visa a efetivação permanente de servidores técnicos e administrativos no quadro das secretarias, que possuem alto número de funcionários temporários, geralmente indicados por políticos.

Outro ponto que chama atenção no parecer é referente a ManausPrev. Lins sugere que sejam tomadas providências imediatas no órgão para que se torne superavitário, uma vez que atualmente o fundo está em processo de débito “impagável”.

Cabe agora aos vereadores de Manaus realizarem o julgamento político do parecer.