Weather Data Source: Tempo para os próximos 25 dias

BOMBA: Imagens do Planalto mostram Ministro do GSI, amigo de Lula, orientando ataques no 8 de janeiro; veja video

Compartilhe:

Brasil – Imagens de câmeras de segurança do Palácio do Planalto, obtidas pela CNN, mostram o ministro-chefe do GSI (Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República), general Gonçalves Dias, orientando os atos de vandalismo de 8 de janeiro. As imagens dão força para o que dizem os opositores do governo Lula no Planalto, que acusavam o novo governo de ter orquestrado os ataques nos bastidores afim de acabar com a imagem dos movimentos conservadores e prender opositores políticos, principal argumento usado para a abertura da CPMI sobre o evento de 8 de janeiro.

Duas câmeras registraram imagens do general Gonçalves Dias por volta das 16 horas, quando manifestantes já tinham invadido o Planalto. O GSI é o órgão responsável por tratar de assuntos de segurança e de cunho militar diretamente com a Presidência. Gonçalves Dias substituiu Augusto Heleno na função desde 1º de janeiro;

Na primeira imagem, ele aparece caminhando sozinho no terceiro andar do Planalto. Gonçalves Dias tenta abrir duas portas e depois entra no gabinete.

Minutos depois, o ministro aparece caminhando pelo mesmo corredor ao lado de vândalos. As imagens sugerem que ele e outros integrantes do GSI indicam a saída de emergência ao grupo, diz a CNN.

Funcionários do GSI aparecem em vários momentos circulando pelo Palácio do Planalto durante a invasão. Em alguns momentos, eles conversam e cumprimentam os invasores.

O que diz o GSI

O gabinete diz que as condutas de agentes públicos do GSI envolvidos estão sendo apuradas e que os respectivos autores serão responsabilizados A nota não faz qualquer menção ao ministro Gonçalves Dias. O UOL questionou o Planalto se alguma investigação contra o ministro está em andamento.

O texto será atualizado em caso de retorno: “As imagens mostram a atuação dos agentes de segurança que foi, em um primeiro momento, no sentido de evacuar os quarto e terceiro pisos do Palácio do Planalto, concentrando os manifestantes no segundo andar, onde, após aguardar o reforço do pelotão de choque da PM/DF, foi possível realizar a prisão dos mesmos”.

Quem é Gonçalves Ledo?

O general Marco Edson Gonçalves Dias foi anunciado pela equipe de transição do governo federal ainda em dezembro de 2022 como chefe do GSI, órgão responsável por assessorar o presidente da República em assuntos militares e de segurança.

Quando major e tenente-coronel, Gonçalves Dias atuou na segurança pessoal do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) durante seus primeiros mandatos, entre 2003 e 2009, como Secretário de Segurança da Presidência da República.

Ele voltou a colaborar na segurança de Lula durante a campanha das eleições para a Presidência da República em 2022.

Durante o governo da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), ele atuou na 6ª Região Militar, responsável pela administração de pessoal e logística do Exército na Bahia. Em 2012, foi afastado da função quando houve uma greve de policiais no estado e Dias foi filmado recebendo um bolo de aniversário dos policiais grevistas.

Mesmo assim, o militar ainda chegou a ser chefe da Coordenadoria de Segurança Institucional de Dilma.

Gonçalves Dias nasceu em 1950, na cidade de Americana, em São Paulo.

CM7