Com resultado positivo para Covid, Amazonino pode ser transferido para SP; saúde do Negão é preocupante

Compartilhe:

AMAZONAS – O pré-candidato ao governo Amazonino Mendes testou positivo para Covid-19 e, com isso, aumentaram as preocupações em torno da saúde do político.

Mendes vem apresentado um debilitado estado de saúde nas suas poucas aparições públicas. No dia em que se anunciou candidato, precisou de auxílio no palanque. Na posse do desembargador Flávio Pascarelli como presidente do TJAM, Amazonino foi ajudado para sentar e levantar. Em um entrevista, o Negão não conseguiu responder à pergunta, exalando cansaço e apatia.

Nos bastidores da candidatura se fala em um intenso embate travado entre a família de Amazonino e os políticos que o cercam. Se de um lado os parentes do Negão pedem que ele desista de concorrer, aliados fazem pressão para que Amazonino se coloque na disputa por seu forte cacife eleitoral.

A maior preocupação na cúpula da campanha é que o ex-governador precise ser internado, pois escancararia a debilidade de Amazonino. Já a família dá como certa a transferência dele para São Paulo, onde contaria com assessoria médica de ponta para evitar complicações da Covid-19.

Apesar de negar, não faltam indícios que o velho cacique usa um cateter, pelo qual realiza rotineiramente hemodiálise. Além disso, é sabido que Amazonino é cardíaco e diabético, o que somado a sua idade podem lhe colocar em risco maior ao coronavírus.