Weather Data Source: Tempo para os próximos 25 dias

Desumano: prefeito de Pauini abandona c0rpo de idosa em avião e familiares precisam cancelar velório; veja vídeo

Compartilhe:

Amazonas – Uma tragédia que ultrapassa os limites da decência e humanidade chocou a população de Pauini quando o prefeito Renato Afonso (PSD) demonstrou um nível alarmante de desrespeito e indiferença para com a dor de uma família enlutada. Na noite de 24 de abril de 2024, a senhora Ilda, amplamente conhecida e respeitada na comunidade de Pauini por seus anos de serviço dedicados à unidade hospitalar local, faleceu em Rio Branco, Acre.

No entanto, ao invés de ser tratada com o respeito e dignidade que merecia em sua passagem, sua memória foi profanada pela negligência do prefeito e sua administração. O prefeito Renato Afonso permitiu que o corpo da senhora Ilda pernoitasse em um avião, abandonado em um aeroporto escuro e deserto em Boca do Acre, sem nenhuma consideração pela dor de seus entes queridos.

O vídeo que circula nas redes sociais mostra o caixão da idosa cercado por malas e bagagens, uma cena de desrespeito que choca qualquer pessoa de bom senso. A demora do translado do corpo acabou prejudicando a organização do velório, momento de despedida da família para dona Ilda, o que deixou não apenas os familiares, mas cidade inteira revoltada.

Veja vídeo:

O que torna esse ato ainda mais revoltante é a suspeita de que a negligência do prefeito tenha motivações políticas mesquinhas. Parece que o prefeito Renato Afonso deliberadamente atrasou o traslado do corpo da senhora Ilda para Pauini, possivelmente como retaliação contra uma família que não o apoia politicamente.

Tal crueldade é inaceitável em qualquer contexto, mas é especialmente perturbadora quando vem de um líder eleito para servir e proteger todos os cidadãos, independentemente de suas afiliações políticas.

Outro caso

Amazonas – Um escândalo recente envolvendo a retirada de um paciente, que por sinal é sobrinho de dona Ilda, de um voo fretado pela prefeitura de Pauini, cidade do interior do Amazonas, destinado ao programa Tratamento Fora do Domicílio (TFD), acendeu uma nova polêmica entre o prefeito Renato Afonso (PSD) e moradores que dependem do Sistema Único de Saúde (SUS).

Denúncias que chegaram ao Portal e TV CM7 Brasil dão detalhes que, há duas semanas, um paciente amparado pelo programa TFD foi forçado a ceder seu assento em um voo com destino de Pauini a Rio Branco (AC) para a primeira-dama Elizete Afonso.

O paciente, identificado como Leonei Eufrásio da Rocha, revela a humilhação sofrida na hora do embarque: “Fui retirado do avião de maneira humilhante, por ordem da primeira-dama Elizete Afonso”, denunciou o paciente, que perdeu seu agendamento médico no Hospital de Rio Branco, no Acre, realizado através da Regulação do SUS.

CM7