“Não podemos nos intimidar”, afirma Daniel Almeida em discurso sobre segurança pública

Compartilhe:

A segurança pública no Amazonas foi o principal tema dos discursos do candidato a deputado estadual pelo Avante Daniel Almeida (70070), em reuniões pela zona oeste e compromissos de campanha, nesta terça-feira (06). Acompanhado do candidato a vice-governador da chapa de Wilson Lima, Tadeu de Souza, Daniel demonstrou sua preocupação e indignação com a violência na capital amazonense.

“Poucas pessoas têm coragem de falar sobre a violência que está imperando em nossa cidade. Como homens públicos, não podemos nos intimidar. Nossos filhos estão sendo ameaçados”, destacou Daniel em sua fala, prometendo, caso eleito, valorizar os profissionais e reforçar ainda mais as ações do Governo do Estado no setor.

“O Governo está trabalhando para melhorar a segurança. Somente esse ano, o orçamento da segurança pública saiu de R$ 1,8 bilhão para R$ 2,5 bilhões. Os profissionais da segurança pública também foram valorizados com a promoção de quase 10 mil policiais (civis e militares) e delegados de polícia. Tivemos o concurso da polícia militar, que não acontecia há 10 anos. A instalação da Base Fluvial Arpão e a operação Hórus são também exemplos de combate direto ao tráfico de drogas na região. E sendo eleito, vou ajudar o Amazonas a ser mais seguro”, garantiu.

Braço forte

Em uma reunião no bairro Santo Agostinho, com lideranças e profissionais da segurança, Daniel se colocou à disposição para trabalhar de forma atuante e ajudar a dar mais segurança para a população.

“Esse estado é meu e é seu. O Amazonas precisa de gente que trabalhe e estou aqui para ser um braço forte no Estado do Amazonas, juntamente com o governador Wilson Lima e nosso vice, Tadeu de Souza”, destacou.

Daniel concluiu sua fala ressaltando que este é o momento deste novo grupo político fazer a diferença na história do Amazonas.

“Quem está aqui não é um político profissional. É um trabalhador igual a vocês. Quero honrar o legado dos meus pais, como trabalhadores, e a do meu irmão, o prefeito de Manaus, que descortinou a história desse Estado para mostrar que é possível trabalhar e fazer um Amazonas melhor. Não vim aqui para mentir. Não sou um político mentiroso. Estou aqui porque sou igual a vocês e tenho o mesmo sonho que vocês”, finalizou.