Urgente: Alexandre de Moraes suspende porte de armas no DF até o dia 2 de janeiro

Compartilhe:

Brasil – O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), proibiu temporariamente todos os tipos de porte de armas e transporte de armamentos e munições no Distrito Federal, por colecionadores, atiradores e caçadores.

A suspensão começa a valer a partir das 18h desta quarta-feira (28) e segue até a próxima segunda (2), em todo o território do DF. Nesse período, quem desrespeitar a determinação será detido em flagrante por porte ilegal de arma.

A proibição, contudo, não é válida para as forças de segurança pública. “A presente suspensão temporária não se aplica aos membros das Forças Armadas, aos integrantes do SUSP (Sistema Único de Segurança Pública), aos membros da Polícia Legislativa e Judicial e às empresas de segurança privada e de transporte de valores constituídas, nos termos da Lei”, reforça o texto.

A decisão de Moraes atende a um pedido feito pela equipe do presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que toma posse no domingo (1). O futuro ministro da Justiça, Flávio Dino, afirmou, nessa terça-feira (27), que a intenção é coibir atos de violência antes, durante e depois da cerimônia.

CM7