Prefeitura capacita profissionais da saúde para atendimento a pessoas com hipertensão em Manaus

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

A Prefeitura de Manaus realizou uma capacitação voltada para profissionais da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), na tarde desta quarta-feira, 11/5, sobre o atendimento na Atenção Primária às pessoas com hipertensão. A décima edição do “Diálogos na APS” foi realizada na sede da secretaria, com transmissão no YouTube para o público em geral.

A enfermeira Sinara Mady, responsável técnica do Núcleo de Controle de Hipertensão Arterial e Diabetes Mellitus (HiperDia), explica que a capacitação está dentro das ações da Semsa voltadas para a prevenção contra a doença. Desde o dia 26 de abril, a secretaria tem intensificado ações educativas sobre hipertensão em suas unidades.

A capacitação teve como objetivo reforçar aos profissionais da Semsa a importância do acompanhamento desses pacientes, e do registro de dados no e-SUS. As ações voltadas para esse público são coordenadas pelo HiperDia.

“O programa HiperDia é uma política do Ministério da Saúde que tem o objetivo de oferecer atenção integral ao usuário do SUS que possui hipertensão ou diabetes. O cadastro dos usuários é importante para acompanhamento, aquisição e dispensação de medicamentos”, explicou Sinara.

A médica Brena Santos, da Estratégia Saúde da Família, orientou na webconferência que no primeiro atendimento, é necessário identificar e classificar se o paciente realmente sofre de hipertensão, além dos fatores de risco e doenças associadas. Após a realização de exames de detecção, o usuário é encaminhado para dar início ao tratamento medicamentoso.

“Esse acolhimento ao paciente com hipertensão também inclui o incentivo a mudança do estilo de vida, sobre a importância da realização de atividades físicas, redução de peso, parar de fumar, diminuir o consumo de sódio, dentre outras medidas que complementam o tratamento com os remédios”, disse.

O enfermeiro Luciano Pereira, técnico do Núcleo de Monitoramento e Avaliação, explicou aos profissionais o processo necessário para manter os dados registrados e atualizados no e-SUS, para que esse paciente siga acompanhado pela Atenção Básica.

“Nosso objetivo aqui é continuar na posição número um, que Manaus alcançou no Previne Brasil. Chegar lá foi difícil e manter essa assistência de qualidade é o grande desafio do momento. Poder participar de um momento como esse é bastante importante para o desenvolvimento da saúde básica na capital”, afirmou.


Texto – Victor Cruz / Semsa
Fotos – Divulgação / Semsa